MIGRADIM 60 CAPSULAS

Dietmed

€24.35 

MIGRADIM | 60 CAPSULAS

 

 


Na modulação dos sintomas da enxaqueca. 
Redução da frequência e intensidade das crises de enxaqueca. 
Atividade anti-inflamatória e analgésica. 

 

 

INGREDIENTES

Óxido de magnésio, maltodextrina, gelatina, Silybum marianum L. (Cardo Mariano; extrato do fruto contendo pelo menos 80% de silimarina), NeurasitesTM (Tussilago hybrida; extrato seco da raiz da Tussilagem, contendo pelo menos 15% de sesquiterpenóides, expressos em S-Petasina), Tanacetum parthenium (Tanaceto; extrato seco das partes aéreas contendo pelo menos 0,2% de partenólidos), antiaglomerante: estearato de magnésio, coenzima Q10, antiaglomerante: dióxido de silício, riboflavina.

 

COMPOSIÇÃO

(2 cápsulas) 
NeurasitesTM (Tussilagem, contendo pelo menos 15% de sesquiterpenóides, expressos em S-Petasina) 150 mg, Extrato Concentrado de Tanaceto (contendo pelo menos 0,2% de partenólidos) 150 mg, Extrato Concentrado de Cardo Mariano (contendo pelo menos 80% de silimarina) 175 mg, Vitamina B2 1,4 mg (100% VRN*), Magnésio 375 mg (100% VRN*), Coenzima Q10 30 mg. 

* Valor de Referência do Nutriente.

 

MODO DE USAR

1 cápsula 2 vezes ao dia, de preferência antes das refeições.

 

UTILIZAÇÃO EM CASO DE GRAVIDEZ E LACTAÇÃO

Não utilizar em caso de gravidez e lactação.

 

CONTRAINDICAÇÕES

Devido à presença de Tanaceto podem ocorrer úlceras na cavidade oral, dor abdominal e indigestão, sabor desagradável, sensação de formigueiro, entre outras. Devido à presença de Cardo Mariano, o seu uso está contraindicado em indivíduos que sejam hipersensíveis a espécies Asteraceae. O magnésio deve ser evitado em indivíduos que tenham insuficiência renal, dado que não têm capacidade de eliminar o magnésio do organismo. Devido à presença de coenzima Q10, deve ser usada com precaução em indivíduos que tenham problemas de hipertensão arterial, por haver um risco de redução excessiva da pressão arterial, bem como em caso de cirurgia.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS E OUTRAS

Deve-se ter precaução ao associar o magnésio com antibióticos aminoglicósidos, com quinolonas e com tetraciclinas. O magnésio também interage com os bifosfonatos, bloqueadores dos canais de cálcio, relaxantes musculares e medicamentos diuréticos poupadores de potássio. Deve-se ter precaução ao associar a coenzima Q10 com medicamentos quimioterápicos, medicamentos antihipertensores e com a varfarina.

 

APRESENTAÇÃO

60 cápsulas.

Marcas Destaque